Rogaciano Leite

Brasil — Poeta e jornalista

1 Jul 1920 // 7 Out 1969

57 Poemas

  • Previous
  • Page 2 of 6
  • Next

  • Poemas

    Delírio Sinfônico

    Rogaciano Leite
    (À D. Lourdinha Sóter)

    Como o dúlcidos sons de trêmulas cascatas
    Na quietude solene e lúbrica das matas,
    Ao rolar do perfume em cálidas vertigens;
    Ou o “embale” da folha…

    Leia mais


    Os Expedicionários Cearenses

    Rogaciano Leite
    Deus acompanhe o peregrino audaz!
    Castro Alves

    Que coorte imensa e brava
    Correndo as ruas está?
    São guerreiros debuxados
    Nas tendas do Ceará!
    São brônzeos bustos heróicos,
    Hercúleos, firmes, estóicos,…

    Leia mais


    Saudade

    Rogaciano Leite
    (À Mazé)

    Mandar, em pensamento, além, pelo infinito,
    A pluma de um desejo, a voz de um sonho aflito
    Do amor que naufragou nas cerrações do pranto.
    Recompor, um a…

    Leia mais


    Na Praia

    Rogaciano Leite
    Aos alvos
    ouvidos
    de esponja
    da praia
    teu pé cochichava segredo infantil…
    E ao brilho
    da lua
    miravam-te
    as ondas
    lavando em teus olhos seu rosto de anil!

    Ligeiros
    borrifos…

    Leia mais


    Os Trabalhadores

    Rogaciano Leite
    Uma língua de fumo, enorme, bamboleante,
    Vai lambendo o infinito — espessa e fatigada…
    É a fumaça que sai da chaminé bronzeada
    E se condensa em nuvens pelo espaço adiante!…

    Leia mais


    Flamboyant

    Rogaciano Leite
    (Enfermo)

    Meu velho flamboyant de minha porta,
    Que à tua sombra tanto me abrigaste!
    Tinhas outrora tanta seiva na haste,
    Por que tens hoje toda a fronde morta?!

    Resta-te apenas…

    Leia mais


    A Barcaça

    Rogaciano Leite
    O mar soluça e geme. A onda bravia
    Num véu de espuma contra o céu se envolve
    E o leito enorme d’água se revolve
    Em convulsões de dor e de…

    Leia mais


    Encantos de Maio

    Rogaciano Leite
    Mês de Maio. Os namorados
    Como ingênuos passarinhos
    Vão construindo seus ninhos
    De sonhos fantasiados!

    Alegre, a Infância delira…
    A Mocidade transborda…
    E nessa verde mentira
    O mundo sorrindo acorda!…

    Leia mais


    Mês de Maria

    Rogaciano Leite
    É pleno mês de maio. A Natureza
    Abre o seio aromático das flores!
    Há luz, há vida, há música e beleza
    Nas alegres paisagens multicores.

    A terra se reveste de…

    Leia mais


    Verônica

    Rogaciano Leite
    (A Fernando Sóter)

    Cabelos pendentes, os braços doridos,
    Os ombros feridos com o peso da Cruz,
    A face encovada na flor do sudário,
    Subindo o Calvário — penava Jesus!

    Os…

    Leia mais


  • Previous
  • Page 2 of 6
  • Next