Poema do Dia

Que Amor Fez sem Remédio, o Tempo, os Fados?

Luís Vaz Camões

Depois de tantos dias mal gastados,

Depois de tantas noites mal dormidas,

Depois de tantas lágrimas vertidas,

Tantos suspiros vãos vãmente dados,


Como não sois vós já desenganados,

Desejos, que ...

Leia mais