Poema do Dia

Horas Vivas

Machado de Assis

Noite: abrem-se as flores...

Que esplendores!

Cíntia sonha amores

Pelo céu.

Tênues as neblinas

Às campinas

Descem das colinas,

Como um véu.


Mãos em mãos travadas,

Animadas,

Vão aquelas fadas ...

Leia mais