Fernando Pessoa

Portugal — Poeta

13 Jun 1888 // 30 Nov 1935

Modernista, e o mais universal poeta português. Escreveu sobre diversas personalidades – heterónimos, como Ricardo Reis, Álvaro de Campos e Alberto Caeiro, Suas principais obras são: Mensagem (1934) e Livro do Desassossego (1982). Fonte: Wikipedia.

90 Poemas

Principais Poemas

Dorme, que a Vida é Nada!

Fernando Pessoa

Dorme, que a vida é nada!

Dorme, que tudo é vão!

Se alguém achou a estrada,

Achou-a em confusão,

Com a alma enganada.


Não há lugar nem dia

Para quem ...

Leia mais


Feliz Dia para Quem É

Fernando Pessoa

Feliz dia para quem é

O igual do dia,

E no exterior azul que vê

Simples confia!


Azul do céu faz pena a quem

Não pode ser

Na alma um ...

Leia mais


Não Digas Nada!

Fernando Pessoa

Não digas nada!

Nem mesmo a verdade

Há tanta suavidade em nada se dizer

E tudo se entender —

Tudo metade

De sentir e de ver...

Não digas nada

Deixa esquecer ...

Leia mais


Liberdade

Fernando Pessoa

Ai que prazer

Não cumprir um dever,

Ter um livro para ler

E não fazer!

Ler é maçada,

Estudar é nada.

Sol doira

Sem literatura

O rio corre, bem ou ...

Leia mais


Como Te Amo

Fernando Pessoa

Como te amo? Não sei de quantos modos vários

Eu te adoro, mulher de olhos azuis e castos;

Amo-te com o fervor dos meus sentidos gastos;

Amo-te com o fervor ...

Leia mais


Mais poemas de Fernando Pessoa