João Deus

Portugal — Poeta/Pedagogo

8 Mar 1830 // 11 Jan 1896

38 Poemas

Principais Poemas

Beijo

João Deus
Beijo na face
Pede-se e dá-se:
Dá?
Que custa um beijo?
Não tenha pejo:
Vá!

Um beijo é culpa,
Que se desculpa:
Dá?
A borboleta
Beija a violeta:
Vá!

Um…

Leia mais


O Dinheiro

João Deus
O dinheiro é tão bonito,
Tão bonito, o maganão!
Tem tanta graça, o maldito,
Tem tanto chiste, o ladrão!
O falar, fala de um modo...
Todo ele, aquele todo...
E…

Leia mais


Mãe e Filho

João Deus
Primícias do meu amor!
Meu filhinho do meu seio
Tenro fruto que à luz veio
Como à luz da aurora a flor!

Na tua face inocente,
De teu pai a…

Leia mais


A Caridade

João Deus
Eu podia falar todas as línguas
Dos homens e dos anjos;
Logo que não tivesse caridade,
Já não passava de um metal que tine,
De um sino vão que soa.…

Leia mais


Amo-te Muito, Muito!

João Deus
Amo-te muito, muito!
Reluz-me o paraíso
Num teu olhar fortuito,
Num teu fugaz sorriso!

Quando em silêncio finges
Que um beijo foi furtado
E o rosto desmaiado
De cor-de-rosa tinges,…

Leia mais


Mais poemas de João Deus


Veja Também


Mais autores