Rogaciano Leite

Brasil — Poeta e jornalista

1 Jul 1920 // 7 Out 1969

57 Poemas

Page 1 of 6
  • Next

  • Poemas

    Aos Críticos

    Rogaciano Leite
    Senhores críticos, basta!
    Deixa-me passar sem pejo,
    Que o trovador sertanejo
    Vai seu “pinho” dedilhar…
    Eu sou da terra onde as almas
    São todas de cantadores:
    — Sou do Pajeú…

    Leia mais


    Trevas do Dia

    Rogaciano Leite
    Na noite do mundo
    a nuvem gélida do sonho
    percorre meus ossos vazados
    trazendo dos corações atômicos
    das palavras não ditas
    dos circuitos elétricos
    das memórias esquecidas
    dos braços partidos…

    Leia mais


    Relógio

    Rogaciano Leite
    No tic-tac do tempo
    o mundo passa.
    Presa entre cordas
    e correntes,
    a mente se cala.
    E a vida passa.
    Sofrendo e morrendo
    entre canhões e balas
    o sangue se…

    Leia mais


    Sorrir e Cantar

    Rogaciano Leite
    Quando falas porque vivo rindo
    Também falas por viver cantando
    Se a vida é bela e esse mundo é lindo
    Não há razões pra viver chorando.

    Cantar é sempre o…

    Leia mais


    Uma Noite na Fazenda

    Rogaciano Leite
    (A meu irmão José Bezerra Leite)

    Deitado na rede alvinha,
    Namorando em lua cheia,
    Recordo o tempo que eu tinha
    Uma vida bem feliz…
    Mas, dos prazeres de outrora,
    Resta…

    Leia mais


    O Sino

    Rogaciano Leite
    Seis horas… Somente o sino
    Lá da torre da Matriz
    Canta enganando a si mesmo
    Para pensar que é feliz;
    Mas… quem sabe no seu canto
    O sino triste o…

    Leia mais


    Cigarra do Meu Sertão

    Rogaciano Leite
    (Ao poeta Carlyle Martins)

    Se eu deixar de cantar morro de fome,
    Que a cantiga é meu pão de cada dia!
    Olegário Mariano

    Eu te bendigo, ó cigarra,
    Que passas…

    Leia mais


    Aos Estudantes

    Rogaciano Leite
    É triste falhar na vida, porém mais
    triste ainda é não tentar vencer.
    Roosevelt

    Dos estaleiros do sonho
    De nossa grande Nação
    Ao mar de novas conquistas
    Se lança uma…

    Leia mais


    Ceará Selvagem

    Rogaciano Leite
    Verdes mares bravios de minha terra
    natal, onde canta a jandaia nas frondes
    da carnaúba.
    José de Alencar

    FORTALEZA! — Brinco de ouro
    Da Terra de Santa Cruz;
    Virgem do…

    Leia mais


    Visões do Crepúsculo

    Rogaciano Leite
    Que lindas paisagens
    aqui não se misturam
    No lento mistério desta hora divina!
    Que doce magia da terra — que abisma…
    Do céu — que deslumbra…
    do sol — que…

    Leia mais


    Page 1 of 6
  • Next