Gonçalves De Magalhães

Brasil — Médico, professor, diplomata, político, poeta e ensaísta

13 Ago 1811 // 10 Jul 1882

12 Poemas

Principais Poemas

Soneto à Vista dos Belos Quadros do Sr Manuel de Araújo Porto-Alegre

Gonçalves De Magalhães
Que mágico pincel, mimo de Apolo,
Com muda locução, com vivas cores,
Faz da Pátria passar os Defensores
Desde o pólo do Sul do Norte ao pólo?

Quem tanto esmalta ...

Leia mais


Ode à Despedida de Mr J B Debret

Gonçalves De Magalhães
Pela Pátria, e por mim a voz desprendo
Ao som da lira que a saudade empunha;
Verdade, e gratidão guiam meu canto,
Não sórdida cobiça

Debret, digno Francês, Pintor preclaro ...

Leia mais


O Louco do Cemitério: Poema Romântico em Seis Cantos - Canto I: O Coveiro

Gonçalves De Magalhães
(...)

"Vivo co'os mortos,
Na cova os ponho,
Entre eles durmo,
Com eles sonho.
Quantos defuntos
Já enterrei!
Defunto eu mesmo
Também serei.

No pão que como,
No ar que ...

Leia mais


O Dia 7 de Setembro, em Paris

Gonçalves De Magalhães
Longe do belo céu da Pátria minha,
Que a mente me acendia,
Em tempo mais feliz, em qu'eu cantava
Das palmeiras à sombra os pátrios feitos;
Sem mais ouvir ...

Leia mais


O Anagrama

Gonçalves De Magalhães
Dos vates a antiga usança
Quis respeitoso seguir,
Ensaiando em anagrama
Teu doce nome exprimir;
Mas a mente em vão se cansa,
No desejo que me inflama
Nada me vem ...

Leia mais


Mais poemas de Gonçalves De Magalhães