Casimiro De Abreu

Brasil — Poeta

4 Jan 1839 // 18 Out 1860

24 Poemas

Principais Poemas

A J

Casimiro De Abreu
Minh'alma dorme, indolente
A tudo o que é grande e belo.
Ai! não sei que pesadelo
Assim me pousou na mente!
Debalde agora procuro
Os sonhos do meu futuro ...

Leia mais


A Faustino Xavier de Novais

Casimiro De Abreu
Bem-vindo sejas, poeta,
A estas praias brasileiras!
Na pátria das bananeiras
As glórias não são de mais:
Bem-vindo o filho do Douro!
A terra das harmonias,
Que tem Magalhães e ...

Leia mais


Três Cantos

Casimiro De Abreu
Quando se brinca contente
Ao despontar da existência
Nos folguedos de inocência,
Nos delírios de criança;
A alma, que desabrocha
Alegre, cândida e pura —
Nesta contínua ventura
E' toda um ...

Leia mais


Segredos

Casimiro De Abreu
Eu tenho uns amores — quem é que os não tinha
Nos tempos antigos! — Amar não faz mal;
As almas que sentem paixão como a minha
Que digam, que falem em ...

Leia mais


Saudades

Casimiro De Abreu
Nas horas mortas da noite
Como é doce o meditar
Quando as estrelas cintilam
Nas ondas quietas do mar;
Quando a lua majestosa
Surgindo linda e formosa,
Como donzela vaidosa ...

Leia mais


Mais poemas de Casimiro De Abreu