Destinos
Rogaciano Leite
Ontem: — Dois grandes destinos,
Dois pensamentos divinos,
Dois alegres ideais…
Hoje: — Dois olhos tristonhos,
Duas mortalhas de sonhos,
Cinza de amor… nada mais!

Ontem: — Nossas mãos unidas
Apertavam nossas vidas
Na febre do nosso amor…
Hoje: — Distantes, vazias,
Apertam, nas noites frias,
Um nome... um verso... uma flor!...

Ontem: — Nos nossos passeios
Havia música, enleios,
Perfume, flores, canção…
Hoje: — Pela nossa estrada
Resta uma sombra enlutada,
Folhas secas... solidão!...

Ontem: — A lua furtiva
Testemunhava, festiva,
Nós dois conversando a sós…
Hoje: — Triste, pesarosa,
Não nos vê, ficou nervosa,
Se escondeu... fugiu de nós!

Ontem: — Dois grandes destinos,
Dois pensamentos divinos,
Dois alegres ideais...
Hoje: — Dois olhos tristonhos,
Duas mortalhas de sonhos,
Desilusão… nada mais!

Caruaru — Pernambuco, 1943.