Luís Montalvor

Portugal — Poeta

31 Jan 1891 // 2 Mar 1947

3 Poemas

Principais Poemas

Entardecer

Luís Montalvor
Sol-posto ungindo o mar: incensos de ouro!

Recolhe funda a tarde em sonho e mágoa.
Surdina fluida: anda o silêncio a orar –
E há crepúsculos de asas e, na…

Leia mais


Infante

Luís Montalvor
Dá-me o sol a minha fronte. Doloridos
e chagados meus pés descalços vão fugindo...
- Memórias dos meus doidos passos incontidos!
- Ó meu rumor do mundo em pétalas abrindo!…

Leia mais


Baby!

Luís Montalvor
Baby! Sossega a tua voz. Não digas mais
Essas canções do Mundo. Deixa que eu esqueço
Que fui menino ao colo de seus pais.
Deixa! Que o coração em si…

Leia mais


Mais poemas de Luís Montalvor