Jorge de Sousa Braga

Portugal — Poeta/Tradutor

n. 23 Dez 1957

4 Poemas

Principais Poemas

Carta de Amor

Jorge de Sousa Braga
(A Eugénio de Andrade)

Um dia destes
vou-te matar
Uma manhã qualquer em que estejas (como de costume)
a medir o tesão das flores
ali no jardim de S. Lázaro…

Leia mais


Incubadora

Jorge de Sousa Braga
Era tão pequena a mão que
nem o seu dedo mendinho

conseguia agarrar. Pesava
quinhentos gramas e respirava

sem ajuda do ventilador
O coração da sua mãe quase

que não…

Leia mais


3 AM

Jorge de Sousa Braga
Mãe
Não consigo adormecer
Já experimentei tudo. Até contar carneirinhos
Não consigo adormecer
Nem chorar
(Que maior tragédia poderá acontecer a um homem do que a de já não ser…

Leia mais


Ao Espelho

Jorge de Sousa Braga
E de repente chegas aos
quarenta e tal anos

e palavras como colesterol
hipertensão astigmatismo

começam a invadir a tua
vida... Olhas para trás e

o que vês? Uma pomba…

Leia mais


Mais poemas de Jorge de Sousa Braga