António Reis

Portugal — Cineasta/Poeta

27 Ago 1927 // 10 Set 1991

5 Poemas

Principais Poemas

Não Durmo Ainda

António Reis
Não durmo ainda

Só na cama
o tempo
ainda é meu

como a palavra

Discretamente
me agito
no colchão

Não penso em Deus
na morte

Imprimo
Aqueço-me
Escuto

conservo a ...

Leia mais


Depois das 7

António Reis
Depois das 7
as montras são mais íntimas

A vergonha de não comprar
não existe
e a tristeza de não ter
é só nossa

E a luz torna mais belo ...

Leia mais


Não é a Tua Mão

António Reis
Não é a tua mão
filha

que eu levo
na minha mão

é uma raiz

que eu planto
em mim mesmo


Leia mais


É Domingo Hoje

António Reis
É domingo hoje
mas nós não saímos

é o único dia
que não repetimos

e que dura menos

Mas põe o teu rouge
que eu mudo a camisa

não como ...

Leia mais


Também Eu Trago a Saudade

António Reis
Também eu trago a saudade
nos sentidos

se dissesse que não
era mentira

Também eu perdi um cão
casas
rios

Mas hoje
tenho mulher
amigos
e uma saudade mais real ...

Leia mais


Mais poemas de António Reis