Vítor Matos e Sá

Portugal — Poeta

20 Dez 1927 // 1975

10 Poemas

Principais Poemas

Dá-me as Tuas Mãos

Vítor Matos e Sá

As mãos foram feitas

para trazer o futuro,

encurtar a tristeza, encher

o que fica das mãos

de ontem - intervalos

(duros, fiéis) das palavras,

vocação urgente

da ternura, pensamento

entreaberto ...

Leia mais


Poesia

Vítor Matos e Sá

é a visita do tempo nos teus olhos,

é o beijo do mundo nas palavras

por onde passa o rio do teu nome;

é a secreta distância em que tocas ...

Leia mais


Autobiografia

Vítor Matos e Sá

Estive convosco em muitas palavras.

Algumas levaram-me ainda mais perto.

Com outras fiquei apenas mais só.


De muitas não vi que rosto as guardava.

Por outras me dei a quem ...

Leia mais


Para os Amigos

Vítor Matos e Sá

De entre todos, apenas vós

tendes direito a ver-me

fracassar. Onde caio

entre a vossa irónica

doçura implacável, convosco

partilho o pão e o espaço

e a rapidez dos olhos ...

Leia mais


Amo-te Sempre

Vítor Matos e Sá

Amo-te sempre

com um pouco de barco e de vento

com uma humildade de mar à tua volta

dentro do meu corpo; com o desespero

de ser tempo;


com um ...

Leia mais


Mais poemas de Vítor Matos e Sá