Sebastião Gama

Portugal — Poeta/Professor

10 Abr 1924 // 7 Fev 1952

7 Poemas

Principais Poemas

Pequeno Poema

Sebastião Gama
Quando eu nasci,
ficou tudo como estava.

Nem homens cortaram veias,
nem o Sol escureceu,
nem houve estrelas a mais...
Somente,
esquecida das dores,
a minha Mãe sorriu e agradeceu. ...

Leia mais


Meu País Desgraçado

Sebastião Gama
Meu país desgraçado!
E no entanto há Sol a cada canto
e não há Mar tão lindo noutro lado.
Nem há Céu mais alegre do que o nosso,
nem pássaros, ...

Leia mais


Madrigal

Sebastião Gama
A minha história é simples.
A tua, meu Amor,
é bem mais simples ainda:

"Era uma vez uma flor.
Nasceu à beira de um Poeta..."

Vês como é simples e ...

Leia mais


Poesia Depois da Chuva

Sebastião Gama
A Maria Guiomar

Depois da chuva o Sol - a graça.
Oh! a terra molhada iluminada!
E os regos de água atravessando a praça
- luz a fluir, num fluir ...

Leia mais


Largo do Espírito Santo

Sebastião Gama
Nem mais, nem menos: tudo tal e qual
o sonho desmedido que mantinhas.
Só não sonharas estas andorinhas
que temos no beiral.

E moramos num largo... E o nome lindo ...

Leia mais


Mais poemas de Sebastião Gama