Paul Verlaine

França — Poeta

30 Mar 1844 // 8 Jan 1896

10 Poemas

Principais Poemas

A Angústia

Paul Verlaine
Nada em ti me comove, Natureza, nem
Faustos das madrugadas, nem campos fecundos,
Nem pastorais do Sul, com o seu eco tão rubro,
A solene dolência dos poentes, além.

Eu…

Leia mais


A uma Mulher

Paul Verlaine
Pra vós são estes versos, pla consoladora
Graça dos olhos onde chora e ri um sonho
Doce, pla vossa alma pura e sempre boa,
Versos do fundo desta aflição opressora.…

Leia mais


O Meu Sonho Habitual

Paul Verlaine
Tenho às vezes um sonho estranho e penetrante
Com uma desconhecida, que amo e que me ama
E que, de cada vez, nunca é bem a mesma
Nem é bem…

Leia mais


O Amor no Chão

Paul Verlaine
O vento da outra noite derrubou o Amor
Que, no mais misterioso recanto do parque,
Nos sorria, ao esticar malignamente o arco,
E cujo ar nos fez meditar com fervor!…

Leia mais


Il Bacio

Paul Verlaine
O Beijo! malva-rosa em jardim de carícias!
Vivo acompanhamento no piano dos dentes
Dos refrãos que Amor canta nas almas ardentes
Com a sua voz de arcanjo em lânguidas delícias!…

Leia mais


Mais poemas de Paul Verlaine