João Cabral de Melo Neto

Brasil — Poeta/Diplomata

9 Jan 1920 // 9 Out 1999

3 Poemas

Poemas

O Fogo no Canavial

João Cabral de Melo Neto
A imagem mais viva do inferno.
Eis o fogo em todos seus vícios:
eis a ópera, o ódio, o energúmeno,
a voz rouca de fera em cio.

E contagioso, como…

Leia mais


Tio e Sobrinho

João Cabral de Melo Neto
    À memória de
    Manoel José da Costa Filho

1.

Onde a Mata bem penteada
do trópico açucareiro,
o tio-afim, mais a fim
que outros de sangue e de texto,
dava…

Leia mais


Autobiografia de um Só Dia

João Cabral de Melo Neto
A Maria Dulce e Luiz Tavares

No Engenho Poço não nasci:
minha mãe, na véspera de mim,

veio de lá para a Jaqueira,
que era onde, queiram ou não queiram,…

Leia mais