Gonçalo Tavares

Portugal — Escritor/Professor

n. 1970

6 Poemas

Principais Poemas

A Grande Inteligência é Sobreviver

Gonçalo Tavares
A grande Inteligência é sobreviver.
As tartarugas portanto não são teimosas nem lentas, dominam;
SIM, a ciência.
Toda a tecnologia é quase inútil e estúpida,
porque a artesanal tartaruga,
a ...

Leia mais


A Minha Religião é o Novo

Gonçalo Tavares
A minha Religião é o Novo.
Este dia, por exemplo; o pôr do Sol,
estas invenções habituais: o Mar.
Ainda:
os cisnes a Ralhar com a água. A Rapariga mais ...

Leia mais


A Parte Invisível do Visível

Gonçalo Tavares
A parte invisível do visível.
De resto conhecer mais o quê?
O Manifesto do Invisível.
Os lobos são a cabeça do anjo que não se vê.
Sangue no Focinho e ...

Leia mais


O Futuro Sai da Fenda e da Ferida

Gonçalo Tavares
a geometria abre a linha para deixar passar a Imaginação.
O FUTURO sai da FENDA e da FERIDA.
Do que antes foi, hoje sai Sangue.
Inundar o VAZIO: o FUTURO ...

Leia mais


Linguagem Violenta: a Única

Gonçalo Tavares
Linguagem violenta: a única.
A outra é: Sedução ou Submissão.
Ou seja, o mesmo medo: recear estar só.
Quando se fala, fala-se. No alto da matéria e do espirito.


Leia mais


Mais poemas de Gonçalo Tavares