António Feliciano de Castilho

Portugal — Escritor

28 Jan 1800 // 18 Jun 1875

3 Poemas

Principais Poemas

Os Treze Anos

António Feliciano de Castilho
(Cantilena)

Já tenho treze anos,
que os fiz por Janeiro:
Madrinha, casai-me
com Pedro Gaiteiro.

Já sou mulherzinha,
já trago sombreiro,
já bailo ao domingo
com as mais no terreiro.…

Leia mais


Quão Grande, Meus Amigos

António Feliciano de Castilho
Quão grande, meus amigos, não era o Povo em que um Poeta podia dizer isto, sem medo de que o mundo, nem a posteridade, o desmentisse!

E nós também, nós,…

Leia mais


Cântico da Noite

António Feliciano de Castilho
Sumiu-se o sol esplêndido
Nas vagas rumorosas!
Em trevas o crepúsculo
Foi desfolhando as rosas!
Pela ampla terra alargar-se
Calada solidão!
Parece o mundo um túmulo
Sob estrelado manto!
Alabastrina…

Leia mais


Mais poemas de António Feliciano de Castilho